‘Estamos juntos’, diz Leão sobre busca pela reeleição de Rui Costa - Mg Noticias.net

Mg Noticias.net

Mg Notícias aqui você fica bem informado!

‘Estamos juntos’, diz Leão sobre busca pela reeleição de Rui Costa

‘Estamos juntos’, diz Leão sobre busca pela reeleição de Rui Costa

Share This


Em entrevista exclusiva ao A Tarde, o vice-governador e secretário do Planejamento, João Leão (PP), revelou que vai continuar na base e apoiar a reeleição do governador Rui Costa (PT). “Do nosso lado temos Rui e Wagner, pelo PT, e uma série de partidos de esquerdas, como o PSB e PCdoB; mais Otto Alencar e João Leão, que são os azuis: PSD e PP”.


Segundo Leão, a junção dos azuis com o vermelho resultou na primeira eleição do então governador petista Jaques Wagner, e o PT ganhou a eleição por fadiga de poder. “A população estava cansada do governo ACM. E nós não estamos no processo de fadiga. Nós temos 83% de aprovação no governo. Isso demonstra o contrário: estamos em ascensão. Os azuis se uniram e colocaram uma faixa branca, da paz, e a gestão vem dando certo”, disse ele.

Leão revelou que a relação com o governador Rui Costa é excepcional. “O governador me deu a chave da secretaria de Planejamento, que é a chave do cofre do Estado, pois nós definimos as verbas para as demais secretarias”, contou sobre o vínculo de confiança com o gestor estadual.

Sobre a possível candidatura do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM), Leão revelou que seria salutar, pois seria um bom debate. Porém, de acordo com ele, o prefeito tem um problema: “quem vai compor a chapa dele?”, questiona, completando que acredita ser muito difícil Neto ganhar a eleição para governo.

Leão argumentou que a hipótese de o prefeito de Feira de Santana, José Ronaldo (DEM), sair candidato ao governo é bastante complicada. “Ele pode até ser candidato, mas acho difícil ele entregar as chaves a Colbert Martins (seu vice), que foi seu adversário durante muitos anos. É difícil passar a caneta em uma situação como esta”, opinou.

Arrecadação

A Secretaria de Planejamento (Seplan) é exclusivamente destinada a orçamento e gestão do estado. Segundo o gestor da pasta, a Seplan levantou dados e montou um plano de ação para aumentar a arrecadação de Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), de acordo com os 27 territórios de identidade.

“Queria saber como funcionavam esses territórios e nós iniciamos um projeto de desenvolvimento para entender o que precisava ser feito para melhorar. Pegamos o ICMS e colocamos como índice de cada território de identidade. Descobrimos que 67.99% da receita do estado estão na Região Metropolitana; 4.88% no Litoral Norte; 4.99% no Portal do Sertão”.

Após o Levantamento, Leão entendeu que a Bahia deveria se desenvolver como um todo, não apenas três ou quatro territórios. A ação começou com os territórios que poderiam oferecer resposta imediata. “ . No território do Velho Chico, começamos a estudar o processo de instalação de usinas de açúcar, pois a Bahia só produz 9,7% do açúcar e 11.3% do álcool”.

Diante disso, Leão informou que ficou definida a implantação de 10 usinas na região do Velho Chico. “Já estamos com conversas bem adiantadas até a quarta usina”, adiantou.
(Atarde)

Nenhum comentário:

Pages