Sesab confirma segunda morte por malária na Bahia; vítima foi homem de 33 anos - Mg Noticias.net

Mg Noticias.net

Mg Notícias aqui você fica bem informado!

Sesab confirma segunda morte por malária na Bahia; vítima foi homem de 33 anos

Sesab confirma segunda morte por malária na Bahia; vítima foi homem de 33 anos

Share This


A Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab) confirmou a segunda morte por malária na Bahia esse ano. A vítima foi um homem de 33 anos, cuja morte já estava sob investigação. A informação foi divulgada pelo órgão no início da noite desta quarta-feira (24).

Anteriormente, a Sesab havia informado que o homem, que era morador da cidade de Wenceslau Guimarães, no baixo sul do estado, tinha morrido em decorrência de malária, mas depois voltou atrás e disse que o caso ainda estava “sob investigação”, já que o corpo do paciente não passou por análise laboratorial.

Agora, o órgão de saúde destacou que, mesmo sem a realização do exame no corpo da vítima, que já havia sido enterrado, o diagnóstico de que a causa da morte foi malária foi fechado com o critério clínico e também levando em consideração o surto da doença que é enfrentado pelo município.

O número de casos confirmados de malária na Bahia subiu para 22 e todos foram registrados em Wenceslau Guimarães. Uma mulher que também era moradora do município morreu em decorrência da doença, na segunda-feira (22). A vítima foi Luciene Souza dos Santos, de 31 anos, que estava internada na cidade de Ilhéus.

Na cidade, mais de 300 moradores já fizeram teste para saber se têm a malária após apresentarem sintomas suspeitos. Um laboratório foi montado no hospital da cidade para fazer testes, cujos resultados são colhidos na hora.

“Já realizamos amostra de 304 pessoas. Examinamos essas pessoas, colhemos material e encaminhamos para ao laboratório. graças a Deus, dessas 304 pessoas, nenhum caso mais foi confirmado “, disse o prefeito da cidade, Carlos Alberto.

Surto

O surto de malária em Wenceslau Guimarães foi divulgado pela Sesab na quinta-feira (18) e ocorre no assentamento Chico Lopes, na zona rural do município, a 25 quilômetros do centro da cidade. No local, equipes da Sesab, junto com funcionários da prefeitura, estão fazendo a busca ativa de pacientes.

Os agentes de saúde também passam pelas ruas com o fumacê, fumaça que mata o mosquito adulto, no período da noite, quando o inseto constuma picar as pessoas.

Ainda conforme a Sesab, até a sexta-feira (26), 20 funcionários farão a borrifação com inseticidas dentro das residências. O produto, segundo o órgão, tem uma ação mais longa, que pode livrar os moradores do mosquito por até seis meses.

A Sesab ressaltou que classifica o cenário como “surto localizado”, sem haver registros da situação no restante do estado. O órgão acredita que a doença foi trazida para a Bahia por um morador que foi visitar a família no Pará e veio de lá infectado.

Um dos pacientes contaminados pela doença na cidade é um morador de Presidente Tancredo Neves, município que fica a cerca de 26 quilômetros de Wenceslau Guimarães.

Conforme o prefeito Carlos Alberto, o homem foi contaminado com a malária após ir à localidade de Chico Lopes, em Wenceslau, para visitar uma pessoa. Após voltar para Presidente Tancredo Neves, o paciente teria procurado hospitais da cidade, mas a doença não havia sido diagnósticada e ele voltou para casa.

Segundo o prefeito, só após a divulgação do surto é que o homem suspeitou dos sintomas e procurou o hospital novamente. Um teste foi realizado e a doença foi constatada.

Malária

A malária é uma doença infecciosa causada pelo parasita Plasmodium. É transmitida pela picada do mosquito de gênero Anopheles ou por contato pelo sangue, como o compartilhamento de seringas.

Os sintomas incluem mal-estar, calafrios, seguido de suor intenso e prostração. No caso do plasmodium do tipo falciparum, pode ocorrer uma grave anemia, potencialmente fatal.

Nenhum comentário:

Pages