Pesquisadores criam técnica que utiliza espermatozoides no combate ao câncer de colo de útero - Mg Noticias.net

Mg Noticias.net

Mg Notícias aqui você fica bem informado!

Pesquisadores criam técnica que utiliza espermatozoides no combate ao câncer de colo de útero

Pesquisadores criam técnica que utiliza espermatozoides no combate ao câncer de colo de útero

Share This


Pesquisadores alemães desenvolveram uma técnica para tratamento de células cancerígenas no colo do útero com o uso de espermatozoides, que substituem métodos injetáveis ou de via oral. A ideia é usar a capacidade natural de movimentação dos espermatozoides para transporte na medicação. Durante experimentos, os profissionais do Instituto Leibniz mergulharam os espermatozoides na droga usada no tratamento, a doxorrubicina. Posteriormente, as estruturas foram cobertas com uma espécie de armadura de ferro, que é guiada por magnetismo até o tumor. No choque com a estrutura, a doxorrubicina era liberada. "Este sistema demonstrou ser um eficiente veículo de entrega de drogas por, primeiro, carregar o espermatozoide com uma medicação anticâncer, guiá-lo magneticamente para um tumor in vitro e, finalmente, liberar o espermatozoide para entregar a droga localmente", afirmaram os pesquisadores. Segundo o jornal O Globo, em experimento de laboratório, os espermatozoides foram colocados em um prato com células de câncer cervical. Foram necessários apenas três dias para a destruição de 87% das células doentes. "Nos nossos experimentos, os espermatozoides exibiram alta capacidade de carregamento da droga e estabilidade, minimizando os efeitos colaterais tóxicos e o acúmulo não desejado em tecidos sadios", explicaram os cientistas. "Os espermatozoides são excelentes candidatos a operar em ambientes fisiológicos, já que não ativam o sistema imunológico nem proliferam formando colônias indesejadas, como acontece com outras células e microorganismos". Apesar dos resultados positivos, a técnica ainda precisa de estudos específicos para ser utilizada e de decisões como a escolha dos espermatozoides para o tratamento.

Nenhum comentário:

Pages