Marinho acusa armação na saída do Vitória e Sinval Vieira rebate: “colocaram isso na cabeça dele” - Mg Noticias.net

Mg Noticias.net

Mg Notícias aqui você fica bem informado!

Marinho acusa armação na saída do Vitória e Sinval Vieira rebate: “colocaram isso na cabeça dele”

Marinho acusa armação na saída do Vitória e Sinval Vieira rebate: “colocaram isso na cabeça dele”

Share This


Ainda sem conseguir convencer no futebol asiático, o atacante Marinho fez acusações contra a diretoria comandada por Ivã de Almeida e Sinval Vieira, que comandavam o clube quando o jogador foi negociado com o futebol asiático. Falando em entrevista à TV Bahia, o atleta revelou que uma entrevista coletiva teria sido ‘armada’ para que a torcida tivesse a impressão de que o clube estava tentando dificultar a saída da sua maior estrela.

“Todo mundo perguntou depois. Me mantive calado para não ter problema. Mas sempre falei que a verdade aparece. Foi um cara que armou para mim, fez toda a torcida do Vitória me chamar de mercenário. Foi uma minoria, porque a maioria sabe o que eu fiz com o clube”, começou o jogador , para em seguida dar detalhes da suposta ‘armação’.

“Eles que ligaram, Sinval e Ivã, ligaram para a imprensa e mandaram eu ir lá, que teria uma entrevista minha. Falaram assim: ?Marinho, dá uma entrevista aí, fala que a gente tentou segurar você, mas que não tinha como porque a proposta foi muito boa e a gente não conseguiu te manter no clube?, sendo que foi tudo mentira. Não fizeram proposta para renovação comigo, não me chamaram para falar que iriam fazer proposta para eu ficar, uma contraproposta...não fizeram nada”, disparou.

Sinval Vieira rebate acusações

Citado por Marinho, o ex-diretor de futebol do Leão declarou, na mesma matéria exibida pela TV, as acusações feitas pelo atacante. Segundo Sinval ele defendeu os interesses do clube durante a negociação, rebatendo com o questionamento de que as declarações de Marinho teriam sido orquestrada por alguém próximo ao jogador.

“Todo mundo lembra que o que eu fiz foi defender os interesses do Vitória, porque o empresário queria, claro, é um negócio, um pagamento inferior do que previa o contrato. Seria muita irresponsabilidade a gente fazer assim. Lamento muito as coisas que Marinho vem dizendo, acho que alguém colocou isso na cabeça dele. Jamais criei uma coletiva e isso eu lamento. É uma pena que ele venha dizendo coisa dessa natureza publicamente”, disse o ex-dirigente.

Nenhum comentário:

Pages