Em suposto texto nas redes sociais, Mãe Stella pede respeito: ‘Estou viva, muito viva e lúcida!’ - Mg Noticias.net

Mg Noticias.net

Mg Notícias aqui você fica bem informado!

Em suposto texto nas redes sociais, Mãe Stella pede respeito: ‘Estou viva, muito viva e lúcida!’

Em suposto texto nas redes sociais, Mãe Stella pede respeito: ‘Estou viva, muito viva e lúcida!’

Share This


Após as polêmicas em torno de Mãe Stella de Oxóssi, que recentemente deixou o terreiro Ilê Axé Opô Afonjá, em Salvador, e mudou-se junto com a esposa, Graziela Domini, para o município de Nazaré, um suposto texto assinado pela ialorixá tem sido compartilhado nas redes sociais. "Respeitem quem pode chegar aonde cheguei”, assim tem início a carta, na qual ela pede “humildemente” que respeitem seus cabelos brancos correspondentes aos seus 92 anos. “Estou viva e muito viva! A baixíssima visão e, é claro, os 92 anos, me impedem de realizar algumas tarefas, inclusive a de manejar o conhecido Jogo de Búzios”, afirma o texto atribuído à mãe de santo. “Estou viva, muito viva e lúcida! Claro, com as complicações dos 92 anos de idade e quatro internações hospitalares decorrentes de problemas cerebrais, sempre complicados pela pressão que venho sofrendo por parte de membros do Terreiro e de alguns familiares, que nada sabem sobre mim. Ainda estou lúcida, o que faz com que eu tenha consciência da diminuição da lucidez com o avançar da idade, o que é natural, pois sou HUMANA. Respeitem-me e não importunem a justiça dos homens, muita respeitada por mim, com a justificativa de que estão me defendendo”, diz a suposta carta da ialorixá, afirmando que respeita, compreende e reza pelas pessoas que ainda não respeitam as vontades dos outros. “Não sou uma instituição pública. Em minha certidão de nascimento e em minha identidade consta Maria Stella de Azevedo Santos, não Mãe Stella de Oxóssi. O papa Bento XVI entregou, corretamente, seu cargo quando percebeu as suas condições físicas; eu, ainda, não estou entregando meu posto, estou me afastando pelo fato de minha voz não ser mais ouvida por aqueles que durante anos pregaram a hierarquia. Confio na Promotoria Pública; no Ministério da Justiça; no Ministério de Direitos Humanos... Confio na justiça de Xangô”, argumenta, destacando a discrição como traço de sua personalidade e pedindo que não se aproveitem da “suposta fragilidade” de seus 92 anos para “gerar polêmicas” em seu nome. “Afinal, um provérbio yorubá diz: ‘O velho mesmo curvado se mantém de pé’. Venho a público alertar à população que continuarei presente na vida de vocês, mesmo quando virar estrela (sou Stella) através de meus textos, livros e depoimentos que serão colocados no meu canal no youtube. Não sou boneco, não sou marionete, não sou manipulável. Sou Maria Stella de Azevedo Santos: um ser humano, que merece respeito”, diz o suposto texto de Mãe Stella, explicando que material publicado no perfil de Antonio Aruanda foi narrado por ela e escrito pela esposa, que só teria aceitado expor seu nome em obediência à ialorixá, “afinal, o discípulo tem por obrigação obedecer ao mestre”. Reiterando que o texto foi narrado por mãe Stella, o texto informa que ele está com sua impressão digital, a assinatura de três testemunhas, além de ter sido entregue ao Ministério Público e à Delegacia dos Idosos. “Além desse, tem o depoimento dado à Delegacia dos Idosos onde consta o endereço em que estou vivendo”, acrescenta, informando os familiares com os quais segue mantendo contato e que sabem onde ela reside: a irmã Milta e os sobrinhos Tânia, Junior e Osvaldinho.  “Aos outros parentes não desejo informar minha vida, para que eles não exponham minha vida mais do que já a expuseram”, afirma. “À população que me ama de verdade, respondo a notícia ‘À procura de Mãe Stella’: Estou na Cidade Nazaré-Bahia; Bairro Batatã; Rua Ferreira Martins, nº 35’”, conclui.

Nenhum comentário:

Pages