Sargento Vinícius rompe politicamente em SAJ com deputado Prisco e cutuca: "A tropa tem notado a falta de empenho dele" - Mg Noticias.net

Mg Noticias.net

Mg Notícias aqui você fica bem informado!

Sargento Vinícius rompe politicamente em SAJ com deputado Prisco e cutuca: "A tropa tem notado a falta de empenho dele"

Sargento Vinícius rompe politicamente em SAJ com deputado Prisco e cutuca: "A tropa tem notado a falta de empenho dele"

Share This


O coordenador da Defesa Civil do município de Santo Antônio de Jesus, Sargento Vinicius (PSD), declarou nesta segunda feira (20), a recôncavo FM, que ele rompeu laços políticos com o deputado estadual Soldado Marcus Prisco (PPS), o qual pertencia ao mesmo grupo de oposição ao Governo do Estado. Segundo o comandante, o desgaste e a necessidade de iniciar novos projetos falou mais alto, “depois de nove anos de bom convívio e contado, senti a necessidade diante do afastamento do deputado comigo, até porque eu também queria respirar novos ares e criar novos projetos para Santo Antônio de Jesus. Vamos trazer para a cidade uma outra associação para ajudar a fortalecer a categoria de Policiais Militares”, declarou.
Desligamento da ASPRA: O coordenador da Defesa Civil também ligado ao prefeito Rogério Andrade (PSD), ainda afirmou que se desvinculou da ASPRA (Associação de Policiais e Bombeiros do Estado da Bahia), pois não fazia parte do quadro de diretores há mais de um ano. Vinicius comentou ainda, o motivo de ter terminado seus laços políticos com o deputado, “por fim, nos desfilamos. Saímos do quadro e estamos trazendo uma outra equipe e projeto para a categoria. O desgaste do tempo, os projetos e sonhos que nos iniciamos na construção da ASPRA em Santo Antônio de Jesus, eles foram modificados com o tempo, e hoje eu não vejo mais aquela ASPRA de 9 anos atrás. Foi em Santo Antônio de Jesus que surgiu todos os movimentos de greve do Estado, aquele sonho e ideal, eu não vislumbro mais. A tropa tem notado a falta de empenho do deputado, ele brigou tanto pela categoria e agora há poucos projetos voltados para os nossos PMs e Praças", concluiu.
Redação: Voz da Bahia

Nenhum comentário:

Pages