Dois jovens são presos suspeitos de matar homem em São Cristóvão; submetralhadora foi apreendida - Mg Noticias.net

Mg Noticias.net

Mg Notícias aqui você fica bem informado!

Dois jovens são presos suspeitos de matar homem em São Cristóvão; submetralhadora foi apreendida

Dois jovens são presos suspeitos de matar homem em São Cristóvão; submetralhadora foi apreendida

Share This



Dois jovens de 19 anos foram presos suspeitos de matar um homem a tiros no Parque São Cristóvão, em Salvador, na noite de segunda-feira (16). Mateus Santos Silva e Jonatas Maia Dias foram apresentados na manhã desta terça-feira (17), no Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP).
De acordo com a delegada Milena Calmon, titular da Delegacia de Homicídio (DH/Atlântico), Renato Ferreira Teodorico da Silva, 37 anos, foi morto dentro da residência onde morava por volta das 20h, na Rua Santos Dumont. "Quando foram apresentados na delegacia, um deles confessou a participação no homicídio e apontou também a participação do segundo. Além disso, ele acrescentou um terceiro que ainda não foi identificado", declarou a delegada.  
Segundo o major Edmundo Assemany, da Rondesp Atlântico, o crime ocorreu após um suspeito de tráfico de drogas ser morto em confronto com a polícia no mesmo dia. "Por volta das 17h, guarnições da Rondesp Atlântico faziam incursões no Parque São Cristóvão, quando se depararam com um grupo armado. Houve uma intensa troca de tiros e ao final, um elemento acabou sendo baleado. Ele foi socorrido para o Hospital Menandro de Farias, mas acabou falecendo. Com ele, foi encontrado uma espingarda calibre 12 e drogas como, maconha, crack e cocaína", afirmou.
Em depoimento, Mateus Silva declarou que o assassinato do morador do bairro foi uma represália à morte do comparsa. "Durante o depoimento, o Matheus disse que mataram o Renato, como uma forma de represália à morte do criminoso que foi morto em confronto com os policiais da Rondesp, no entanto, a motivação ainda será investigada", afirmou a titular da DH/Atalântico.
Ainda conforme a delegada, a arma utilizada no crime, uma submetralhadora, de fabricação americana, foi encontrada na casa de Matheus. "A submetralhadora calibre nove milímetros estava escondida na casa dele [Matheus], onde também foi encontrada uma quantidade de maconha, cocaína e crack", explicou. "O irmão e a cunhada dele também estavam no local quando os policiais chegaram. Eles chegaram a ser encaminhados para a delegacia, mas foram liberados, após serem ouvidos", completou.

Nenhum comentário:

Pages